FALE NO NOSSO WHATSAPP TIRE TODAS AS SUAS DÚVIDAS

Grupo Bom Gosto

No começo da década de 90, três irmãos – Flávio Régis (surdo, cuíca e vocal), Fernando Macaé (tantã) e Fábio Beça (voz e pandeiro) – animavam as festinhas do subúrbio de Vila Valqueire, no Rio de Janeiro, carregando seus pandeiros e tantãs para todos os lados. A paixão pelo samba era antiga, e no começo tudo era só divertimento. Com a chegada de Mug, que trazia um cavaco e sua voz para botar uma pilha no recém-formado grupo, a coisa cresceu, tomou corpo, e o que era apenas uma brincadeira foi ficando cada vez mais sério.
O grupo começou a se apresentar em festas e eventos variados, abrindo shows para os outros artistas ou participando de rodas de samba, construindo aos poucos o seu público fiel e apaixonado. Como conta Fábio Beça, “era só por diversão mesmo, porque todos nós temos o pé no chão, sabemos como é difícil viver de música no Brasil”. A onda, que ia crescendo aos poucos, abaixou em 1999, quando houve um grande refluxo no mercado do samba e do pagode.
Com uma nova formação que incluiu Thiago (voz e banjo) e André neguinho (percussão e voz), o Bom Gosto retomou a estrada, mas desta vez com uma nova proposta: eles mesmos bancarem os eventos onde iriam tocar.
Já se apresentaram por várias vezes nos palcos da Junior Produções, e hoje temos a honra de darmos às boas vindas a essa galera massa do @bomgostooficial
@fabiana_jesus81
@xentretenimento

   

Bom Gosto | A Vida É Dela

   

CONFIRA O CLIPE

COMPARTILHE NAS REDES